19 de ago de 2009

Paciência

Reli reflete em como é difícil o entendimento entre as partes. Cada um carregado de sua história mas tentando adaptar-se aos quereres de um outro em nome do amor. Será que nos aspectos realmente arraigados, aqueles do inconsciente reprimido, essa adaptação acontece? Reli tem dúvidas. Se você pede pra um outro parar com um comportamento que te incomoda, este outro diz que gosta do tal aspecto, será que isso se resolve sem que um dos dois fique contrariado. Reli sabe que isso é muito fácil em certos acontecimentos, mas o que Reli não sabe é se é possível quando estão envolvidos valores. Reli reflete sobre isso porque já pediu de forma meiga pra seu parceiro não fazer determinado ato. Não é nem nada demais. Ele respondia que gostava meio brincando. Reli ia levando. Mas sempre se esquivando ou dizendo pra parar de uma forma simpática porque seu amor é delicado em relação a "tons" de fala. Até que um belo dia Reli explode em prantos depois de uma sequência de contrariedades em relação ao seu querer. Foi eficaz. Por um tempo. Logo as investidas retornaram. Primeiramente tímidas e aos poucos mais incisivas. Um dia desses Reli foi grosseira pros padrões de seu mancebo. Mas isso aconteceu depois de alguns "paras" e algumas fugidas da situação. A questão é que Reli não quer ser egoísta. Está numa convivência, deseja permanecer nela, então há que se construir um projeto confortável pra ambos. A confusão volta com força: Ele gosta, Reli não. Ele quer, Reli não. Não é grande coisa mas incomoda Reli. Esta já tentou se adaptar e aceitar mas ficava irritada e chegou a chorar desesperadamente. Ele já tentou parar por um tempo mas retornou com o comportamento. Neste exato momento Reli empurra com a barriga. Remedia aqui e ali. Concorda enquanto não sai de si. Já falou; já demonstrou; já chorou; já foi grosseira. Ele já disse que gosta; que é carinho; já parou; mas voltou. Reli reflete neste pequeno problema que muitas vezes espelha um problema maior. Será que sua insatisfação com o ato vem de uma contrariedade maior e mais escondida? Será que se não existisse algo por trás Reli não chegaria a refletir sobre suas dúvidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário